Chocolates do Brasil ganham destaque em prêmio internacional

Oito marcas brasileiras de chocolate, a maioria de produção bean to bar, são premiadas pela Academy of Chocolate, de Londres; entre os premiados estão Luisa Abram, Mission e Baianí

Ref: http://paladar.estadao.com.br/noticias/comida,chocolates-do-brasil-ganham-destaque-em-premio-internacional,70002311220 (Confira todos os resultados da premiação no site da Academy of Chocolate)

Barras de chocolate feitas no Brasil tiveram destaque no prêmio internacional Academy of Chocolate, anunciado em Londres na semana passada, com três medalhas de ouro. A premiação, criada em 2005, recebeu neste ano um recorde de cerca de 1.200 inscrições de 45 países. Segundo o concurso, houve um crescimento na inscrição de pequenos produtores com cacau de origem.

Entre os vencedores brasileiros, também uma presença recorde do País nesta premiação, estão cinco marcas da Associação Bean to Bar Brasil (Luisa Abram, Mission Chocolates, Baianí, Mestiço e Gallette), além de Chocolat du Jour, Vila Chocolat e Mendoá. Concorreram com eles chocolates prestigiados como os norte-americanos Dandelion e Dick Taylor.

A premiação, que conta com 15 dias de degustação, é dividida em cinco categorias: barras, bebidas, bombons, pastas e embalagens (e várias subcategorias). Dentro de “barras”, o maior destaque foi o ouro levado por Luisa Abram com sua barra Rio Acará 70% na subcategoria “barra escura (sem leite) com menos de 80% de cacau”. “Essa é uma categoria muito competitiva, e é a primeira vez que um brasileiro ganha”, comemora Luisa, que se inscreve há três anos.

As outras duas medalhas de ouro ficaram com Arcelia Gallardo, da Mission Chocolates, com a barra Three Theos (com cupuaçu) na subcategoria “barra escura (sem leite) com inclusões”, e na categoria “embalagens de barras”. As embalagens de Arcelia, que se inscreveu pela segunda vez, são feitas nos Estados Unidos, sua terra natal, de onde ela se mudou para o Brasil há três anos. “Pensei em homenagear a floresta brasileira, então as embalagens tem pássaros, flores, árvores.”

Entre as medalhas de prata, levaram prêmio as marcas Mestiço e Baianí. “Está todo mundo em polvorosa na associação”, conta Juliana Aquino, da marca Baianí, sobre seus outros colegas da Associação Bean to Bar Brasil também premiados. “Foi o primeiro prêmio em que me inscrevi na vida. O primeiro ano do meu chocolate”, conta ela sobre o Baianí, lançado neste ano.

Em subcategorias variadas, levaram medalhas de bronze as marcas Luisa Abram, Mission Chocolates, Baianí, Mestiço, Gallette, Mendoá, Vila Chocolat e Chocolat du Jour. A Chocolat du Jour participa desde 2015 e desde lá arrebatou alguns prêmios, entre prata e bronze.

Confira abaixo as categorias do concurso e as barras brasileiras premiadas:

 Categorias 

  1. BARRAS

1.1 Barra escura bean to bar (80% de cacau ou mais, sem leite)

Luisa Abram Rio Purus 81% (BRONZE)

1.2 Barra escura bean to bar (menos de 80% de cacau, sem leite)

Luisa Abram Rio Acará 70% (OURO)

Mission Chocolate Porto Rico Late Harvest 72% (BRONZE)

1.3 Barra bean to bar ao leite

1.4 Barra bean to bar branco

1.5 Barra de chocolate escuro (sem leite) com inclusão

Mission Three Theos (cacau, bicolor, cupuaçu) (OURO)

Mestiço 62% com café (PRATA)

Baianí 70% Trinitário com raspas de laranja (BRONZE)

Mendoá 60% com gengibre (BRONZE)

Vila Chocolat 75% com licuri e rapadura (BRONZE)

1.6 Barra de chocolate ao leite com inclusão

1.7 Barra de chocolate branco com inclusão

1.8 Barra de tree to bar

Baianí 70% Trinitário (PRATA)

Chocolat du Jour 45% Pratigi (BRONZE)

Chocolat du Jour 53% orgânico (BRONZE)

Mestiço 35% branco (BRONZE)

Mestiço 75% trinitário (BRONZE)

Mestiço 81% catongo e forastero (BRONZE)

  1. BEBIDAS COM CHOCOLATE
  2. BOMBONS

Gallette com bombom de jabuticaba (BRONZE na subcategoria de bombons com ganache frutada, floral ou de especiarias)

Chocolat du Jour com disco de chocolate amargo e maracujá (BRONZE na subcategoria de outros caramelos)

Mission Chocolate com drágeas bicolores de theobroma (BRONZE na subcategoria de outros bombons)

Mission Chocolate com discos de cacau, cupuaçu e bicolor (BRONZE na subcategoria de outros bombons)

  1. PASTAS/ CREMES
  2. EMBALAGENS

Mission Chocolate (OURO em embalagens de barras)

J. Macêdo investe R$ 350 milhões na Bahia

20170324_jmacedo_materia

Fonte: http://www.sm.com.br/detalhe/ultimas-noticias/j-macedo-investe-r-350-milhoes-na-bahia

A J. Macêdo, fabricante de farinha de trigo e massas, dona das marcas como Dona Benta, Sol, Petybom e Boa Sorte, inaugurou em Salvador, no dia 27/10, um novo sistema de descarregamento de grãos de navios. A obra de modernização do terminal de grãos do Porto de Salvador demandou um aporte de R$ 27,5 milhões. O recurso faz parte de um investimento total de R$ 350 milhões na Bahia, iniciado em 2014 e com previsão de conclusão no primeiro semestre de 2018.

O sistema inaugurado hoje vai dobrar a capacidade de descarregamento de grãos, para 7,2 mil toneladas por dia. A J. Macêdo comprou equipamentos fabricados pela suíça Bühler, para modernizar a estrutura de descarregamento de grãos.
“A companhia está muito confiante na recuperação da economia nos próximos dois anos e está se preparando para atender à demanda no futuro”, afirmou Luiz Henrique Lissoni, presidente da J. Macêdo, em entrevista por telefone.

O executivo acrescentou que o novo sistema de descarga de grãos reduz pela metade o tempo de descarga e de atracagem dos navios no porto. E poderá ser usado por outras companhias que façam descarga de grãos no porto de Salvador. “O volume de trigo descarregado pela J. Macêdo nesse porto é superior a 230 mil toneladas por ano. Este ano estamos quase em 160 mil toneladas”, acrescentou o executivo.

Lissoni disse que todo o plano de expansão da J. Macêdo vai trazer ganhos de produtividade à companhia a partir de 2018, mas não citou de quanto será esse ganho. O plano de expansão no Estado inclui a ampliação do Moinho Salvador, localizado em frente ao terminal portuário, e a modernização de fábricas de massas e biscoitos em Simões Filho, na região metropolitana de Salvador.

O Moinho Salvador terá um investimento total de R$ 103 milhões para automatização dos processos de produção. As obras começaram em 2014, com a instalação de seis silos de trigo, com capacidade para 28 mil toneladas. A obra está prevista para ser concluída em julho de 2018. Com esse investimento, a capacidade de moagem de trigo da fábrica será ampliada de 920 toneladas por dia para 990 toneladas por dia.

A J. Macêdo também faz um investimento de R$ 220 milhões na ampliação da capacidade de produção do complexo fabril em Simões Filhos. O complexo terá capacidade para produzir 82,5 mil toneladas por ano de massas e biscoitos, volume 120% maior que a capacidade atual. O projeto engloba também a ampliação do centro de distribuição em Simões Filho, passando de 4,5 mil metros quadrados para 6 mil metros quadrados.

Em setembro, a companhia já havia anunciado um investimento de R$ 74,1 milhões na ampliação do Moinho Fortaleza, na capital cearense, com modernização da fábrica e construção de quatro silos para armazenar grãos. A previsão é que esse projeto seja concluído em fevereiro de 2018.

Em São José dos Campos (SP), a J.Macêdo também ampliou seu complexo de produção de massas e fermento, com a instalação de uma unidade de misturas de bolos e sobremesas. A unidade demandou investimento de R$ 45 milhões e tem capacidade para produzir 7 mil toneladas por mês.

Os investimentos são feitos com recursos do BNDES e financiamentos bancários. De acordo com a Nielsen, a J. Macêdo lidera o mercado de farinha de trigo, com 23,7% de participação de mercado em valor. A empresa também lidera a categoria de misturas para bolos, com 19,7% do mercado, e ocupa a terceira posição no mercado de massas alimentícias, com 8,9% de participação.

Cervejaria Urbana Lança Cerveja com Lactose

A Cervejaria Urbana lança a Teta, cerveja do estilo Milk Brown Ale. Segundo a companhia, elaborada com malte de cevada, lúpulo e lactose, a cerveja ainda conta com flocos de milho e tem final levemente adocicado. “Há muito tempo esperávamos a liberação do Ministério da Agricultura para fabricarmos esta bebida”, conta André Cancegliero, sócio-proprietário da Cervejaria Urbana. De acordo com Cancegliero, a bebida também possui café e chocolate e não é enjoativa. Com 6,9% de teor alcoólico e amargor na casa dos 40 IBUs, a lata de 473 ml chega aos pontos de venda pelo preço médio de R$30. Inicialmente, serão produzidos 1,8 mil litros da artesanal, que, por exigências técnicas, será classificada como bebida alcoólica mista.

Fonte – gironews.com

596baea0-dbc7-4a52-9e5d-fb02fdc2accc_teta1

Ícones que Marcam

Dia 16 de novembro, as 19 horas, no Centro Cultural da FIESP (Av. Paulista, 1.313).

Lançamento da exposição Ícones que Marcam. Na mesma ocasião será lançado um livro com o mesmo nome. O texto é do Evandro Piccino e as fotos são do Giacomo Favretto.

capacapa-vermelha-1

Marca Activia é Relançada com Grandes Novidades

A maior marca de iogurtes do Brasil traz ao mercado uma renovação de sua identidade visual, com um novo posicionamento de marca, embalagens inovadoras nos líquidos de 850g e 1250g, inovações com ingredientes diferenciados e uma nova fórmula, mais cremosa e saborosa, para o polpa de morango, que ganha ainda mais pedaços da fruta. Para as novidades, a Danone inicia uma das maiores ações de degustação já feitas na marca, com presença em 680 lojas em todo o Brasil. Confira as novidades da marca:

- Café da Manhã: no sabor Maçã, Canela e Cereais.
– Café da Manhã Light: nos sabores Lichia, Água de coco, Pêra e Cereais & Tangerina, Morango, Maçã e Cereais.
– Edições Limitadas: Tangerina e Água de coco em garrafinhas de 170g; Limão e Capim cidreira em garrafinhas de 170g; Polpa 400g Laranja, cenoura e mel & polpa 400g 3 limões.

7d4c3d60-b1c7-4d96-907b-1d7cef6779db_imagem-informe

Friboi Lança Plataforma Gastronômica

A marca apresenta a “Academia da Carne Friboi”, uma plataforma digital especializada em carne bovina (www.academiadacarne.com.br), com conteúdo que englobam tipos de cortes e receitas até cursos em vídeo, dicas de chefs e uma rede social exclusiva. A campanha inicial conta com quatro teasers publicitários estrelados pela apresentadora Ana Maria, e os chefs Oliver Anquier e Guga Rocha, embaixadores do projeto e atuarão como elaboradores de conteúdo no canal. Os filmes retratavam as principais dúvidas dos consumidores nos momentos de preparo da carne. A estratégia de divulgação vai se estender ao longo do ano, com sete filmes exclusivos que serão veiculados em território nacional.

d96a9aa5-ab09-446f-a34b-06d5410ca1f7_friboi

2087.gc

Gelatinas Royal e Snoopy se Unem Para Impulsionar Vendas

As gelatinas Royal ganharam um novo parceiro em suas embalagens: o carismático Snoopy. Com a parceria, a marca procura resgatar memórias das mães de hoje que acompanharam o personagem na infância e reforça a sua estratégia de licenciamentos que sempre se mostrou um sucesso em vendas, quem já marcou presença nas embalagens Royal foram: Rio 2, Bob Sponja e Shrek. Para a divulgação, Royal traz embalagens diferenciadas nos quatro principais sabores com os personagens do filme interagindo com a embalagem, além de joguinhos no verso. O plano de mídia programado para o 1º trimestre de 2016 contempla TV fechada, ações em cinemas, digital e forte exposição de materiais de PDV’s em mais de 4 mil lojas espalhadas pelo país, serão mais de 25 milhões de pessoas impactadas pelas ações. (Fonte: gironews.com)

51361ee3-22c1-4211-bd70-2d9aac246d8a_Imagem_-_Informe

Nívea – Viva o Rock Brasil 2016

Em meio a grande escassez de iniciativas culturais, a Nívea mantenhe-se em linha com seu projeto musical, trazendo qualidade cultural para o popular. Com o tema Viva o Rock Brasil, o projeto Nívea 2016 apresentará uma série de shows em homenagem ao Rock nacional. A turnê terá a presença de Pitty, Nando Reis, Hebert Vianna e Paula Toller em shows que passarão por diversas cidades do Brasil. Isso é sabedoria mercadológica. Viva Nívea!

Imagem1

Bom Custo e Ótimo Benefício

É o que os vídeos online oferecem como ferramenta de marketing, desde que sejam bem trabalhados e tenham conteúdo relevante para o cliente

Fonte: www.sm.com.br

Apostar em vídeos pode ser uma maneira interessante para tornar a comunicação com o cliente mais rápida, interativa e eficiente. Afinal, é um formato já bem-aceito pelo público em função da massificação da televisão. O uso de recursos como imagens em movimento, efeitos especiais, cores, trilhas e áudio podem tornar a comunicação de conteúdos mais dinâmica. Essa ferramenta tem grande potencial para ampliar seu alcance, mas é preciso estar atento para desenvolver um produto de qualidade e com conteúdos realmente importantes e valorizados pelos consumidores do seu supermercado.

Pesquisa da ComScore e da Shutterstock mostra que se um vídeo estiver vinculado a um e-mail marketing, a chance de a mensagem ser aberta pelo destinatário cresce 96%. Já em perfis online, as pessoas estão duas vezes mais propensas a vasculhar quando encontram algum vídeo. Por essa razão, as empresas têm apostado cada vez mais nessa ferramenta. Só em 2014, ao menos 36% dos vídeos assistidos pela web apresentavam algum tipo de propaganda, aponta o mesmo estudo. E a tendência é aumentar. Mas, para potencializar o resultado, é preciso entender melhor essa ferramenta.

O mercado (Fontes: ComScore e da Shutterstock, PwC (PricewaterhouseCoopers), IabBrasil, Cisco e estimativas de mercado)

  • 35% dos consumidores brasileiros usam as redes sociais para ver vídeos cujo conteúdo de alguma forma está relacionado a marcas e a produtos
  • 68 milhões de brasileiros assistiram a 11 bilhões de vídeos online, em janeiro de 2014
  • 20% das pessoas assistem a vídeos pela web durante seus trajetos diários
  • Até 2019, o consumo de vídeos pela internet deve triplicar no Brasil
  • 41% é quanto a procura por resultados em vídeos pela internet é maior do que a pesquisa por textos
  • 30% é o aumento gerado por vídeos nas vendas de e-commerce

Vitalizam rápido – Quem gosta do conteúdo de um vídeo adora compartilhá-lo com parentes e amigos por meio das redes sociais, o que significa mais e mais pessoas impactadas. A popularização de aparelhos móveis com acesso à internet, caso de celulares e tablets, também contribui, pois eles permitem assistir a vídeos online em qualquer lugar e a qualquer momento. Estudo da Ooyala revela que 34% dos vídeos assistidos pela internet no último trimestre de 2014 foram executados a partir de dispositivos móveis. Os vídeos se destacam nos mecanismos de buscas online, como o Google, gerando mais visualizações.

Mais vantagens - Um vídeo online ajuda a tornar uma rede ou loja mais conhecida. O mesmo vale para campanhas, serviços, promoções, bem como ações com apelo social e sustentável, por exemplo. A ferramenta ainda ajuda a empresa a desenvolver uma relação mais íntima com os clientes e até manter a marca na memória dos consumidores. Atrair mais clientes para a loja e estimular vendas são mais vantagens. Os vídeos online também agregam valor à imagem da loja, pois são avaliados pelo público como algo inovador.

Alguns cuidados

  • Os vídeos não podem dar a impressão de que são caseiros. Isso significa que não devem ter gravação e edição grosseira, roteiro mal escrito, conteúdo pobre e fontes de informação duvidosas. Caso contrário, não vão transmitir confiança e o impacto será negativo. Se a empresa não tiver um funcionário que tenha experiência ou maior aptidão para a tarefa, uma alternativa é contratar uma produtora para desenvolvê-lo. Esses profissionais podem ajudar em todo processo de produção, como a montagem do roteiro, geração de conteúdo, equipamentos e gravação, além de edição com uso de recursos diferenciados. Mas, caso o orçamento não caiba nas despesas da empresas, é possível criar vídeos mais simples e baratos com uso de câmeras de celulares e programas de edição online. Há diversas opções gratuitas. Outra possibilidade é optar por ferramentas online que oferecem modelos já pré-definidos a preços acessíveis e que ajudam a dar efeito mais profissional. Alguns exemplos: Producteaser, Sola Fria, Stayfilm, Animoto, Stupeflix, GoAnimate, WeVideo, Powtoon. Vale a pena avaliar.
  • Para montar um bom vídeo, a empresa deve, em primeiro lugar, definir o objetivo com a mensagem a ser transmitida. Pode ser reforçar a cultura e os valores; aumentar o tráfego para o portal; desenvolver a marca; divulgar uma campanha, ação social, novo serviço, parceria ou promoção. Um vídeo online pode ser usado até mesmo para recrutar candidatos. O fundamental é que o tema seja positivo e de interesse de quem vai assistir (clientes, fornecedores, funcionários, etc.).
  • Definir o tipo de vídeo que mais se enquadra no objetivo escolhido é o passo seguinte. Pode ser institucional, tutorial, entrevista, talk show, animações entre outros. Vale destacar que o uso de depoimentos de clientes, fornecedores e funcionários dá maior credibilidade às mensagens transmitidas gerando mais engajamento do público.
  • O vídeo tipo viral está na moda. A fórmula ainda não é muito clara, mas tem feito sucesso na internet. É comum o conteúdo ter humor e cenas espontâneas. Mas nada de piadas com os clientes, fornecedores ou do tipo racial e religiosa. Evite ainda envolver questões políticas e polêmicas para não surtir efeito negativo.
  • A duração de cada vídeo marketing deve ser pequena. O ideal é ter até dois minutos, porque na internet as pessoas não têm muita paciência ou tempo para assistir um conteúdo longo. Há ainda o risco de a mensagem não ser visualizada até o fim e, dessa forma, não gerar o resultado esperado.
  • A publicação do conteúdo deve ocorrer tanto no portal, quanto nos blogs da empresa, assim como em seus perfis nas redes sociais (Facebook, grupos de WhatsApp, Linked in, Instagram, Twitter), além das TVs digitais dentro das lojas. É importante que a cada postagem haja intervalos de envio para atingir mais público e em diferentes momentos. Acompanhar os acessos em cada canal ajuda a saber em quais horários ocorrem os picos de acesso e, assim, portar o conteúdo nesses períodos. Estimular os funcionários a compartilhar os vídeos também ajuda que viralizem rapidamente.
  • Criar uma página da empresa no Youtube na qual os vídeos serão publicados é recomendado. O Youtube permite construir uma galeria online dividida por temas, com os vídeos já disponíveis. Isso ajuda o público a encontrar mais facilmente o que procura na página. No portal e nas redes sociais da empresa, por exemplo, é possível usar o link do vídeo já publicado no Youtube. Ele reduz automaticamente o tamanho dos vídeos permitindo que rodem em todas as páginas da internet sem sobrecarregá-las.
  • Trabalhar com palavras chaves na hora de publicar os vídeos no Youtube é válido. Elas fazem parte de um mecanismo de busca na web que ajuda a sugerir um vídeo para mais pessoas. Para identificar os termos que vão gerar mais audiência para o vídeo a dica é utilizar o Google Trends. Essa é uma ferramenta gratuita do Google que mostra quais palavras estão sendo mais buscadas na internet no momento.
  • Acompanhar os resultados de acessos vai ajudar a saber se a ação está dando certo, quais temas geram mais visualizações, quais podem ter sido rejeitados, entre outros. Os acessos podem ser medidos tanto pelo Youtube, quanto pelo Google Analytics, outra ferramenta gratuita do Google, que mapeia tráfego pelas páginas da internet. Ela consegue mapear a origem do acesso. As redes sociais também contam com ferramentas para esse tipo de análise.
  • Responder sempre aos comentários online sobre o conteúdo dos vídeos é um dever da empresa. A recomendação é que a conversa com a audiência seja o mais transparente e positiva possível, a fim de mostrar a preocupação da companhia. Essas dicas vão ajudar sua empresa a tirar maior proveito dos vídeos como ferramenta digital.

Avon Anuncia Mudanças Para Voltar a Crescer

Pouco mais de um mês depois de vender a divisão norte-americana, a Avon se reuniu com seus investidores para apresentar suas novas estratégias. Cortes de custo, reforço de marcas e dos revendedores são algumas das medidas de um plano de três anos apresentado por executivos, segundo reportagem do Exame.com. Entre as metas, a Avon planeja reduzir as despesas em US$ 350 milhões, quantia que será usada em investimentos, fortalecer a imagem da marca e a relação com as revendedoras, por exemplo, com a abertura de uma plataforma online para que as representantes entrem em contato com os consumidores, como fez a Natura.

avon

Mudanças
Além de reforçar a marca Avon, a empresa também vai buscar fortalecer a imagem e presença de outras 40 de seu portfólio. Ao invés de serem vistos como vários produtos desagregados, o portfólio será dividido em blocos similares e será categorizado por preço e público alvo, das marcas mais caras às mais populares. No Brasil, a empresa busca desenvolver as fragrâncias da Coty.
Com um time de 100 milhões de revendedoras, 1,5 milhão só no Brasil, a empresa quer melhorar o seu relacionamento ao dividi-las em categorias. Enquanto aquelas que acabaram de entrar no negócio receberão mais treinamentos, as mais experientes terão um relacionamento mais próximo com a marca. A última campanha da empresa, inclusive, trocou as tradicionais modelos e celebridades por revendedoras, para reforçar a imagem de dependência desse time.