Salon Du Chocolat – 2018

DATA – HORA

  • VIPARIS, Porte de Versailles – Hall 4
  • 1 Place de la Porte de Versailles – 75015 Paris
  • From the 31th of October to the 4th of November 2018
  • Opening hours: from 10am to 7pm

COMO CHEGAR

  • Metro: Line 12 – station “Porte de Versailles”, Line 8 – station “Balard”
  • Bus: Line 80 – stop “Porte de Versailles”, Lines 39, 42, 169 – stop “Balard”
  • Tram: T2/T3 – stop “Porte de Versailles”
  • Car: By the inner “Périphérique” boulevard: take the “Porte de la Plaine” or “Porte de Versailles” exit
  • By the outer “Périphérique” boulevard: take the “Porte de la Sèvres” or “Porte de Versailles” exit
  • Parking: Porte de Versailles

TICKETS

  • Adults: 14€ – Children from 3 to 12 years old: 7€
  • Free for children under 3
  • Family Pack (2 adults + 2 children from 3 to 12 years old): 38€
  • Professional ticket (access to the BtoB Village and the entire Salon) : 20€
  • Adults: 15€ – Children from 3 to 12 years old: 7€
  • Free for children under 3
  • Family Pack (2 adults + 2 children from 3 to 12 years old): 40€
  • Professional ticket (access to the BtoB Village and the entire Salon): 20€

SC2

SC3

The New England Chocolate Festival

logo_necf

The New England Chocolate Festival brings you together with 16 New England chocolate companies to taste, learn, and interact. The companies invited to participate in the Festival have all been hand-selected for their focus on quality and ethics. They prize craftsmanship and flavor excellence while sourcing ingredients in a transparent manner. Also attending are several cacao and chocolate producers from countries including Brazil, Dominican Republic, Ecuador, Haiti, Mexico, Peru, Thailand, Venezuela, and Vietnam.

The Festival includes a Chocolate Pavilion featuring chocolate makers, chocolatiers, cacao producers, and related vendors selling and sampling their wares and chatting with attendees. It also features:

  • Classroom lectures and tastings
  • A Chocolate Sensorium, an exhibit space devoted to hands-on sensory exploration of the cacao- and chocolate-producing process
  • A Chocolate Escape Room
  • A café with coffee and chocolate drinks and desserts
  • Industry experts and celebrities from around the world
  • Workshops and demos with expert professionals (additional ticket fee)

The New England Chocolate Festival is organized by the Fine Cacao and Chocolate Institute (FCCI) – a 501(c)(3) nonprofit organization devoted to identifying, developing, and promoting fine cacao and chocolate – in collaboration with a number of partners. Any proceeds support FCCI.

https://nechocolate.org

O Ritmo Brasileiro no Terra Madre Salone del Gusto

No Terra Madre Salone del Gusto, em Turim, Itália, de 20 a 24 de setembro de 2018, está prevista a participação de uma grande delegação do Brasil.

  • Organizada pelo Slow Food, em colaboração com o governo da Região Piemonte e o Município de Turim, a 12ª edição do Terra Madre Salone del Gusto é o maior evento internacional dedicado à cultura alimentar. Em Turim, se reunirão mais de 5.000 delegados de 140 países, mais de 800 expositores, 300 Fortalezas Slow Food, e 500 comunidades do alimento do Terra Madre.
  • A delegação do Slow Food Brasil inclui cerca de 100 pessoas: agricultores familiares, produtores, acadêmicos, chefs, ativistas da Rede Jovem Slow Food (Slow Food Youth Network – SFYN), estudantes, representantes das comunidades indígenas e alguns membros do Conselho do Slow Food Brasil, como Georges Schnyder, membro do Comitê Executivo Internacional. Falando sobre o Terra Madre Salone del Gusto, Georges afirma: “Tenho muito orgulho de ser parte da rede internacional do Slow Food, representando uma delegação que participará do Terra Madre Salone del Gusto 2018. Food for change (alimentos para a mudança) é o tema da próxima 12a edição e tenho certeza de que, através da troca e do diálogo com pessoas que têm culturas, idiomas e hábitos diferentes, cada um de nós voltará para casa enriquecido, com mais entusiasmo, com o desejo de levar adiante nossas atividades, lutando por um futuro melhor para o nosso planeta”.
  • No Mercado Internacional, organizado no Lingotto Fiere e no Oval, as Fortalezas brasileiras serão divididas por áreas geográficas: a Região Norte apresentará o Waraná Nativo dos Sateré-Mawé, mais conhecido como guaraná que, em língua indígena, significa o “início de todo conhecimento”, e o Mel de Abelha Canudo dos Sateré-Mawé. Da Região Nordeste, o Maracujá da Caatinga, o Licuri (fruta da palmeira licuri do semiárido baiano), o Umbu (cujo nome deriva de y-mb-u que, em tupi-guarani, significa “árvore que dá de beber”), e o Mel de Abelha Mandaçaia da Caatinga. A Região de fronteira entre Centro-Oeste e Sudeste será representada pela Castanha de Baru. Além disso, serão apresentadas uma série de novas Fortalezas que estão prestes a serem reconhecidas pela Fundação Slow Food para a Biodiversidade: o Cacau Cabruca do Sul da Bahia do Nordeste, o Pequi do Norte de Minas Gerais do Sudeste, o Gergelim Kalunga e o Pequi do Xingu do Centro-Oeste, e o Butiá do Litoral Catarinense e a Farinha de Mandioca dos Engenhos de Santa Catarina da Região Sul.
  • Este ano, coração do Terra Madre Salone del Gusto serão as áreas dedicadas ao #foodforchange: o Slow Food identificou cinco sujeitos sobre os quais está trabalhando com atenção, adotando uma abordagem positiva e inclusiva.
  • A área dedicada às Abelhas e Insetos será sede do Fórum Terra Madre  As Abelhas sem Ferrão e o Extraordinário Mel da América Latina (23 de setembro, às 16hs00 – no Torino Lingotto Fiere). De fato, na Caatinga, como em muitas outras regiões da América Latina, a diversidade de espécies de abelhas contribui para a sobrevivência e manutenção de raros ecossistemas.
  • Na área do Slow Fish haverá um Laboratório do Gosto sobre a Cozinha Baiana: Sabores do Mar e Dendê (22 de setembro, às 17hs30 – Torino Lingotto Fiere).
  • A importância do azeite de dendê em sua casa, a Bahia, reflete-se em dois pratos tradicionais: a moqueca, um prato à base de peixe e mariscos, com leite de coco e azeite de dendê; e o acarajé, um bolinho tradicional à base de feijão e camarão. Dois chefs de Salvador, membros da Aliança de Cozinheiros do Slow Food, Caco Marinho do Dog American BBQ e Fabrício Lemos do Restaurante Origem, apresentarão esses pratos-símbolo por ocasião do fórum.
  • O Fórum do Terra Madre sobre Baby Food (24 de setembro, às 11hs00 – Torino Lingotto Fiere) será na área temática dedicada a Alimentação e Saúde. Entre os palestrantes, também a Bela Gil, a chef, apresentadora, escritora, blogueira influenciadora, que acaba de publicar um livro sobre alimentação saudável durante a gravidez e amamentação.
  • Sempre na área Alimentação e Saúde, Glenn Massakazu Makuta, biólogo e articulador do Slow Food Brasil, orientará o Fórum Terra Madre Imposto sobre Açúcar e Slow snacks: como Lutar contra o junk food (23 de setembro, às 11hs00 – Torino Lingotto Fiere), apresentando a própria experiência com a Aliança para Alimentação Saudável e falando sobre como promover hábitos alimentares saudáveis, em particular nas escolas.
  • Mas não é só isso: as Cozinhas do Terra Madre, por exemplo, serão testadas com um novo formato, reunindo o melhor da gastronomia mundial, numa única sede. Chefs dos quatro continentes prepararão pratos tradicionais legítimos de cada país, utilizado produtos de suas terras nativas, com criatividade e paixão. Aqui, o Brasil será representado por Eliane Regis, Caco Marinho, Fabrício Lemos, Camila Rocha, e Maria da Conceição, membros da Aliança de Cozinheiros Slow Food que brindarão a oportunidade de experimentar os sabores desse enorme país.
  • Os Laboratórios do Gosto e as Escolas de Cozinha são eventos a pagamento, cujos ingressos podem ser comprados online; os Fóruns temáticos do Terra Madre são apresentados pelos delegados da rede e são abertos ao público até esgotamento das vagas disponíveis. Clique aqui para a lista de eventos disponíveis, que é atualizada constantemente.

 

 

  •  Terra Madre Salone del Gusto é um evento organizado pela Cidade de Turim, o Slow Food e a Região do Piemonte, em colaboração como MIPAAF (Ministério italiano para as politicas agrícolas, alimentares e florestais). O evento é possível graças ao apoio de muitos patrocinadores, mencionamos aqui os Parceiros Oficiais: GLEvents-Lingotto Fiere, IREN, Lavazza, Lurisia, Parmigiano Reggiano, Pastificio Di Martino e Quality Beer Academy; com o apoio da Compagnia di San Paolo, Fondazione CRT-Cassa di Risparmio di Torino, Associazione delle Fondazioni di Origine Bancaria del Piemonte, e Coldiretti. Com a contribuição do FIDA, União Europeia e CIA (Confederação Italiana de Agricultores).
  • O Slow Food é uma organização global que luta por um mundo onde todos possam ter acesso e apreciar um alimento bom para eles, bom para quem cultiva e bom para o planeta. O Slow Food reúne mais de um milhão de ativistas, chefs, especialistas, jovens, agricultores, pescadores e acadêmicos, em mais de 160 países.

Evento Slow Food – 2o Semestre 2018

SlowFood

JULY

  • Slow Food Nations (Denver, USA, 13-15 July)
  • Slow Fish Tigri Festival (Aglou, Morocco)
  • Charfia Festival (Tunisia)
  • Festival of Ancient Grains (Tunisia)

SEPTEMBER

OCTOBER

  • Nantes Food Forum 2018 (Nantes, France, October)
  • Fayoum Slow Food Festival (Fayoum, Egypt, 19-21 October)
  • Latin American Congress of Agroecology (Guayaquil, Ecuador, 2-5 October)
  • Mesa Tendências (Sao Paolo, Brazil)

 NOVEMBER

  • Goût et terroirs (31 October – 4 November)
  • Slow Food Messe (Zurich, Switzerland) ITAFRATED 
  • Slow Cheese (Copenhagen)
  • Slow Cheese (Berlin)
  • Vini Birre Ribelli (Bruxelles, Belgium)
  • International meeting of the Gulf and Caribbean Fisheries Institute (San Andrés, Colombia)

Cheese 2015 – Queijos de Montanha

logo-cheese-eng

Este ano, pela décima vez, as ruas da cidadezinha de Bra, no norte da Itália (onde o movimento Slow Food nasceu e tem sua sede) serão novamente invadidas por produtores de queijo, pastores, acadêmicos, jornalistas e apreciadores de queijos do mundo inteiro. O Cheese, evento bienal do Slow Food dedicado ao universo dos queijos artesanais, será realizado de 18 a 21 de setembro de 2015, com destaque para os produtos dos delicados ecossistemas de montanha (http://cheese.slowfood.com/en/).

Untitled

First International Festival of ‘Rock ‘n’ Roll Gastronomy’

Flemish Food Bash is the very first international festival of ‘Rock ‘n’ Roll Gastronomy’ taking place on July 5th at the beach of Oostduinkerke (B). With 40 chefs from more than 24 different countries, an audience of over 5000 people from the F&B industry, DJ’s, mixologists and baristas, Flemish Food Bash offers a unique setting. You will meet the best butchers, bakers, cheesemakers and pastry chefs during this 18h lasting festival. Flemish Food Bash is also a very affordable festival, with fixed food and drinks prices (http://www.flemishfoodbash.com).

food

EXPO 2015, Nutrir o Planeta – Energia para a Vida

foody-mascote-expo-2015-milano-milão

A comida, no presente e no future, é o tema foco da EXPO 2015 de Milão. A feira iniciou no dia 1 de maio, devendo ficar aberta até 30 de outubro. A Exposição Universal é um evento global, foi organizada pela primeira vez em Londres, em 1851, e Paris construiu a Torre Eiffel para a Expo de 1889. O Brasil já foi sede em 1922, no Rio de Jnaeiro.

Com tema Alimentar o Planeta – Energia para a Vida, a EXPO 2015 de Milão concentra sua atenção na produção da comida saudável, em quantidade suficiente para toda a população e garantia da sustentabilidade através do equilíbrio entre a sociedade, a natureza e a economia, onde todas as pessoas do planeta deveriam ter acesso a comida saudável, segura e em quantidade suficiente para manutenção da vida, com prazer e qualidade.

O pavilhão do Brasil foi projetado pelo arquiteto Arthur Casas (www.arthurcasas.com).

expo_milao_pavilhao_brasil

DADOS DA EXPO 2015

  • Data – 01 de maio até 30 de outubro 2015
  • Local – Municípios de Rho e Pero, a Noroeste de Milão / Itália
  • Site – www.expo2015.org/it
  • Área de Exposição – 110 hectares
  • Países Inscritos – Mais de 150, promovendo a culinária de seus países
  • Pavilhões – 54 nacionais e diversas instalações de empresas multinacionais
  • Estimativa de Público – 20 milhões
  • Nos espaços de exposição serão desenvolvidos os temas de nutrição e sustentabilidade em diferentes âmbitos: a experiência dos alimentos e o futuro, a ligação entre a nutrição e infância, a possibilidade de uma alimentação sustentável, a relação entre comida e arte e o modo de produção dos alimentos.

portada5-830x420