• Você que tirou fotos no museu ou conhece alguém que visitou o museu pode ajudar …

    300px-Fire_at_Museu_Nacional_05

    Na noite de 2 de setembro de 2018, um incêndio de grandes proporções atingiu a sede do Museu Nacional na Quinta da Boa Vista (RJ), destruindo quase a totalidade do acervo histórico construído ao longo de 200 anos, e que abrangia cerca de vinte milhões de itens catalogados. Além do seu rico acervo, também o edifício que abrigava o Museu, antiga residência oficial dos Imperadores do Brasil, foi extremamente danificado com rachaduras, desabamento de sua cobertura, além da queda de lajes internas.

    Um dos desafios mais imediatos é recuperar e preservar imagens do prédio e do acervo, cuja memória visual são agora nosso principal patrimônio. Você que tirou fotos no museu ou conhece alguém que visitou o museu pode ajudar: crie uma conta no Wikimedia Commons e carregue fotos de relevância.

    Editores da Wikipédia estão em contato com curadores do acervo do Museu Nacional para conseguirmos carregar livremente imagens do acervo. Isso inclui imagens técnicas, obras raras e documentação científica.

    Parabéns a Wikipédia pela iniciativa. Compartilhem!

    Mais informações no endereço abaixo.

    https://pt.wikipedia.org/wiki/Wikipédia:Comunicado_sobre_o_Museu_Nacional

  • CORDEL

    Imagem1 [19set18] A LITERATURA DE CORDEL, acaba de ser reconhecida com PATRIMÔNIO CULTURAL DO BRASIL, protegida pelo IPHAN. Cordelé de herança portuguesa,umamanifestação artística introduzidapor eles no Brasil no final do século XVIII. O nome pode ter origem na forma como tradicionalmente os folhetos eram expostos para venda, pendurados em cordas, cordéis ou barbantes em Portugal. Éuma manifestação literária tradicional da cultura popular brasileira, mais precisamente do interior nordestino, com muita força nos estados de Pernambuco, Alagoas, Paraíba, Pará, Rio Grande do Norte e Ceará. Viva!

  • Les Roches e Glion, escolas suíças do grupo Sommet Education, e Castelli ESH firmam parceria

    A Castelli ESH acaba de firmar parceria com Les Roches e Glion, escolas suíças do grupo Sommet Education, reconhecidas mundialmente no segmento da hospitalidade.
    A parceria inicia oferecendo descontos especiais para os alunos formados na CastelliESH que queiram ingressar nos programas de formação de quaisquer uma das Escolas. A partir de 2019 haverá possibilidade de intercâmbio ao longo dos cursos de hotelaria.
    No Brasil, a Castelli ESH é representante exclusiva dessas duas Escolas Suíças, referências mundiais na formação em hospitalidade, e sente-se honrada com o reconhecimento, materializado nesta parceria.
    Para mais informações sobre a parceria  silvana@castelli.edu.br | relacionamento@castelli.edu.br.
    E para saber mais sobre as Escolas Suíças acessar glion.edu | lesroches.edu | sommet-education.com.
    image002image004image006

  • Castelli Escola de Chocolataria firma parceria com o Centro de Inovação do Cacau – CIC.

    logo Chocolataria fundo transparente

    logo-cic

    Laboratório de pesquisas e análises de amêndoas de cacau, o CIC está incubado na Broto incubadora de Biotecnologia da Universidade Estadual de Santa Cruz – UESC, em Ilhéus, Bahia.

    A parceria vai promover um maior intercâmbio entre as duas instituições, fortalecendo a troca de experiências e um maior entendimento da importância de um cacau de qualidade para produção de um chocolate de excelência.

    Dessa forma, dando início à parceria, foi lançada a primeira programação de cursos, a serem ofertados pela Castelli Escola de Chocolataria em Ilhéus, na sede do CIC, onde os alunos terão a oportunidade de vivenciar o cultivo e pré-processamento das amêndoas de cacau nas fazendas parceiras, bem como praticar o processamento da amêndoa até a modelagem final da barra de chocolate nos laboratórios de ponta da instituição.

    “Acreditamos que a parceria, com essas duas instituições vocacionadas em suas expertises, vem enobrecer nosso país e estimular de forma excepcional este novo mercado do cacau finoe do chocolate de verdade e de origem”, diz Silvana Castelli,diretora da Escola.

    Para o Diretor Executivo do CIC, Cristiano Villela, “essa parceria é estratégica para o Centro de Inovação do Cacau, porque ela irá fortalecer ainda mais a cultura empreendedora e inovadora voltada para a cadeia do cacau e do chocolate, além de fazer com que os profissionais formados pela Castelli entendam que um chocolate de excelência passa pela seleção de amêndoas de qualidade. O que tem tudo a ver com o que estamos promovendo aqui no CIC. A busca pela melhoria geral da qualidade do cacau brasileiro, muito baseada em ciência, e na busca de conhecimento”.

    Programação:

    • DA ÁRVORE DO CACAU À BARRA DO CHOCOLATE – 88 horas / Ilhéus/BA / Turma 1: de 14 a 26 de janeiro de 2018 / Turma 2: de 11 a 23 de fevereiro de 2019.
    • FORMAÇÃO EM CHOCOLATARIA GOURMET – 208 horas /  Ilhéus/BA e Canela/RS / Turma 1: 11 de fevereiro de 2019 [Aulas em semanas com 40 horas de atividades, intercaladas a cada 5 semanas, a excessão das duas primeiras que ocorrem em sequencia].

    Mais informações sobre os cursos: www.castelliescolachocolataria.com.br

  • The New England Chocolate Festival

    logo_necf

    The New England Chocolate Festival brings you together with 16 New England chocolate companies to taste, learn, and interact. The companies invited to participate in the Festival have all been hand-selected for their focus on quality and ethics. They prize craftsmanship and flavor excellence while sourcing ingredients in a transparent manner. Also attending are several cacao and chocolate producers from countries including Brazil, Dominican Republic, Ecuador, Haiti, Mexico, Peru, Thailand, Venezuela, and Vietnam.

    The Festival includes a Chocolate Pavilion featuring chocolate makers, chocolatiers, cacao producers, and related vendors selling and sampling their wares and chatting with attendees. It also features:

    • Classroom lectures and tastings
    • A Chocolate Sensorium, an exhibit space devoted to hands-on sensory exploration of the cacao- and chocolate-producing process
    • A Chocolate Escape Room
    • A café with coffee and chocolate drinks and desserts
    • Industry experts and celebrities from around the world
    • Workshops and demos with expert professionals (additional ticket fee)

    The New England Chocolate Festival is organized by the Fine Cacao and Chocolate Institute (FCCI) - a 501(c)(3) nonprofit organization devoted to identifying, developing, and promoting fine cacao and chocolate - in collaboration with a number of partners. Any proceeds support FCCI.

    https://nechocolate.org

Nosso Contato

+55 11 99221-3970 jumarsp@mfsp.com.br marketing@mfsp.com.br

Newsletter

Pesquise

Arquivo